Grey's Anatomy - Disarm

 

Depois que as festas de fim-de-ano e as semanas de férias passam, é hora dos seriados de TV voltarem. E Grey's Anatomy voltou com tudo.

O décimo primeiro episódio da sétima temporada da série escrita por Shonda Rhimes está bastante recheado, e parece marcar o início da era em que os médicos do Seattle Grace finalmente deixam de vez para trás o incidente da última temporada e começam a olhar para frente.

No final da sexta temporada, um homem armado entrou no hospital e nós, apaixonados telespectadores, recebemos dois incríveis e tensos episódios em que ficamos apreensivos, imaginando quem estaria morto e quem continuaria vivo no final. Shonda Rhimes caprichou no final da sexta temporada, e deixou para o início da sétima as conseqüências causadas pelo trauma de vivenciar um massacre e perder várias pessoas queridas. 

Mas agora, finalmente, a equipe do Seattle Grace parece estar de volta aos trilhos. Foi esta a impressão que tive do final do episódio onze, Disarm, onde o Chief Webber e seus médicos tiveram que atender vítimas de outro massacre e lidar com as lembranças daquele que eles mesmo haviam vivenciado seis meses antes. Confrontando suas próprias experiências dolorosas, agora eles parecem prontos para voltar ao normal. 

E assim eu espero, porque a ansiedade para a volta daquele humor de Grey's Anatomy, principalmente com as tiradas de Cristina Yang, é muita.